***RUI BARBOSA***

***RUI BARBOSA***
"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." (Senado Federal, RJ. Obras Completas, Rui Barbosa. v. 41, t. 3, 1914, p. 86)
Licença Creative Commons
Autorizada a reprodução para fins não comerciais desde que mencionada a fonte.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Porque choveu tanto em Resende?

Muito se tem falado sobre o grande volume de chuvas que Resende recebeu nos meses de dezembro e janeiro deste (agora) encalorado verão 2010/2011. Vejam (com atenção) o vídeo abaixo. Comento na sequência as "explicações" que o engenheiro Sebastião Balieiro (Defesa Civil de Resende) usou para justificar esse recorde nacional de chuvas sobre Resende.

video

As justificativas do engenheiro Sebastião Baileiro são, no mínimo, descabidas de coerência e simplórias  ao extremo. Dizer que Resende tem muita umidade por causa dos rios que cortam o município, das serras (do Mar e da Mantiqueira) e da floresta tropical (essa de há muito degradada), não faz nenhum sentido, pois esses fatores existem a séculos e séculos, e nem por isso tivemos volumes de chuvas nessa magnitude. O único fator "novo" citado pelo engenheiro é a Represa do Funil, inaugurada em 1969 (há 42 anos), mas que teve seu reservatório preenchido muito antes dessa data, e nem por isso registrou-se na cidade recordes nacionais de chuvas nem no verão e nem nunca. E apontar ainda o calor como outro fator também não faz sentido, pois ele (o calor) só chegou, de fato, a partir de meados para o final de janeiro, quando já havia parado de chover. Além do que, sempre tivemos tórridos verões, e não há registros de um volume de chuvas tão alto como agora. Na realidade, o que houve foi o excesso de humidade vindo da Amazônia, que, "puxada" pelo oceano Atlântico, e empurrada pelos efeitos do fenômeno La Niña no Pacífico sul que causaram esse desmando de chuvas. O pior ficou para o final da reportagem:  O engenheiro completou dizendo que ainda teremos "muita chuva até o final de março, início de abril". É prever o óbvio, pois todo mundo sabe que as chuvas mais fortes costumam cair no final de março, início de abril, como cantou o saudoso Tom Jobim há muitos anos atrás "...são as águas de março fechando o verão...".
O que me espanta, é a TV Rio Sul exibir uma reportagem de 2'e 11" sob o título "Entenda porque Resende é a cidade que mais choveu neste verão" com uma explicação tão prosaica e sem sentido.
Aí eu pergunto: Você já viu uma cidade chover?  Resende choveu onde? Resende não chove; Resende "recebe" chuvas!
Cá entre nós: A TV Rio Sul está precisando, urgente, de um redator  e de um editor de qualidade. E a nossa Defesa Civil de Resende está precisando de quem a defenda. E defanda-nos Deus!

Fonte: Tv Rio Sul

Um comentário:

  1. Concordo com as suas observações, Fernando!

    Vão falar abobrinhas lá na casa do Inácio!

    Abraços, Norival.

    ResponderExcluir

Comente aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...