***RUI BARBOSA***

***RUI BARBOSA***
"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto." (Senado Federal, RJ. Obras Completas, Rui Barbosa. v. 41, t. 3, 1914, p. 86)
Licença Creative Commons
Autorizada a reprodução para fins não comerciais desde que mencionada a fonte.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Vídeo de Resende - Início dos Anos 1970

Um documentário histórico que registra em imagens panorâmicas como era Resende (RJ) no início da década de 1970. O autor, Cel. Besouchet, filmou a cidade do alto do então recém construído prédio da APM (Aposentadoria dos Professores Militares), empreendimento do qual era um dos diretores e principal fundador. Podemos apreciar a chaminé da Cooperativa Agro-Pecuária do Mun. de Resende - Leite Agulhas Negras - a Rua Alfredo Whately em sua quase totalidade, o "enorme" prédio do Hotel Avenida e  (pela ordem) as pontes Miguel Couto, pequena ponte da Av. Kennedy (também obra do Prefeito Pineschi), Nilo Peçanha (Ponte Velha) e Tácito Viana Rodrigues, está em fase final de construção na gestão de José Marco Pineschi (31/01/1971 a 31/01/1973) e o terreno vazio onde está hoje a nova Praça da Concórdia. Observa-se que o prédio do demolido Hotel Central ainda estava "de pé" nessa época. Também vemos a Rua Gulhot Rodrigues, a curva da atual Av. Rita Ferreira da Rocha (Beira Rio) no "terrenão" que hoje virou o bairro "Jardim Jalisco" onde está o "Resende Shopping" (na boca da ponte Miguel Couto), o Estádio do Trabalhdor e a Prefeitura (no filme, em obras para ser o Parque de Exposições), os prédios do INSS, do Colégio Souza Dantas e do antigo Forum,  além de outros pontos que hoje estão pontilhados de novos prédios e edifícios. Também de relance se vê o já demolido Hotel Glória (hoje Banco Itaú, ex-Unibanco) e a Casa Divina Providência que funcionava embaixo do Hotel. Há também um pequeno close na Serra do Itatiaia (Mantiqueira) e no região do Monte Castelo. Também podemos observar claramente o Hotel Presidente do saudoso Farid Kuraiem, e o prédio em frente a Cooperativa de Leite. Já no final do filme, a Av. Castelo Branco vista do Posto com a bandeira BR e o edifício da APM, o maior e mais alto daqueles tempos e assombrosa obra de engenharia, que trazia orgulho para todos os resendenses. Era o progresso chegando...  E a casa do Cel. Besouchet, uma moderníssima e das mais belas e confortáveis construções da época, a famosa 276 do Bairro Comercial, onde muitas reuniões e decisões políticas importantes aconteciam. Este filme é um documento histórico de valor inestimável, sem sombra de dúvidas. Magnífico!!!
Texto: Fernando Lemos

Um comentário:

  1. Amigo Fernando, imagino sua emoção ao ver nossa querida Resende, entrar na cena e voltar ao passado...Fiquei muito feliz quando o Cel Besouchet me presenteou com o filme original(rolo em 8mm)logo rolei em meu projetor(ser antigo é legal!)impressionante. Amigos viagem no tempo! Abraços Paulo Henrique

    ResponderExcluir

Comente aqui:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...